Logo Forca Sindical

Instagram

POSSÍVEL CONFLITO DE INTERESSES DE CONSELHEIRA DA SABESP NO PROCESSO DE PRIVATIZAÇÃO SERÁ INVESTIGADO PELO MPSP

 04 07 2024 CONFLITO DE INTERESSES

O deputado estadual Paulo Fiorilo (PT) protocolou, na última terça-feira, dia 2, uma representação junto ao Ministério Público de São Paulo para que seja apurado o possível conflito de interesse da atual presidente do Conselho de Administração da Sabesp, Karla Bertocco, no processo de privatização da empresa.

Até dezembro do ano passado, essa executiva da companhia de saneamento era uma das conselheiras da Equatorial Energia, única interessada em virar acionista de referência da Sabesp. Essa situação veio à tona a partir de uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo.

Líder da federação Brasil da Esperança, formada por PT, PCdoB e PV, Fiorilo apresentou atas das reuniões do Conselho Diretor do Programa de Desestatização e do Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas, que comprovam que Karla participou atividade desses encontros em que foram deliberadas matérias críticas relacionadas ao processo de privatização.

"A Sabesp contratou uma empresa para prestar serviços de assessoria financeira especializada, incluindo a estruturação de capital e a implementação de uma futura oferta pública de ações da empresa. Essas contratações ocorreram sob a supervisão do Conselho de Administração, do qual a executiva fazia parte. A decisão sobre tal contratação não pode ser vista como meramente gerencial, mas sim como uma decisão estratégica que envolve o futuro da companhia e a transferência de controle", ressaltou o parlamentar.

O petista entende, ainda, que a decisão de ela deixar um conselho com remuneração significativamente superior para assumir uma posição na Sabesp também suscita questionamentos sobre as motivações e a transparência desse movimento. "Tal decisão poderia indicar interesses ocultos e uma possível coordenação para favorecer a Equatorial", apontou.