Logo FTIUESP Logo Forca Sindical  CNTI LOGO2

CATEGORIA É ALVO DE MATERIAL CALUNIOSO SOBRE O SINTIUS, DISTRIBUÍDO NA SABESP

CATEGORIA É ALVO DE MATERIAL CALUNIOSO SOBRE O SINTIUS, DISTRIBUÍDO NA SABESP

A categoria urbanitária, principalmente os sabespianos, foi alvo de campanha caluniosa, iniciada nesta data (14) com falsas denúncias contra o Sindicato, buscando denegrir a seriedade da imagem do Sintius perante os trabalhadores. Dentre as mentiras, destaca-se a que inventa uma multa que a nossa entidade está pagando, com valor diário de R$ 10 mil. A possível multa seria gerada por descumprimento de ordem judicial. Quem inventa isso está agindo contra a categoria e totalmente desinformado, criando desordem e enfraquecendo o movimento sindical.

Recentemente, o poder judiciário surpreendeu o Sindicato, quando sentenciou a suspensão da elegibilidade do Fausto Simões Junior, que exercia a função de secretário de assuntos jurídicos. A Diretoria entende que os pedidos e acatos de impugnação deveriam ter ocorrido dentro do prazo previsto no processo eleitoral do Sintius. De qualquer forma, mesmo pensando em recorrer, a Diretoria agiu com responsabilidade e acatou a decisão de imediato, disponibilizando o trabalhador para a Sabesp. Portanto, não há multa nenhuma a ser paga.

Por outro lado, a Diretoria do nosso Sindicato estuda processar por calúnia e difamação as pessoas envolvidas e identificadas nesse trabalho que prejudicam nossa categoria e desrespeitam a instituição, desde que haja testemunhas dispostas a confirmar judicialmente quem distribuiu esse material na base. Não é justo tantas pessoas serem prejudicadas porque alguns assim desejam, criando desordem, inventando coisas. Infelizmente, um mal plantado!

A Diretoria está a disposição para quaisquer esclarecimentos que se tornem necessários sobre este e outros assuntos, sendo um meio de comunicação o Jornal Urbanitário que trata o tema.

SABESPREV CREDENCIA HOSPITAL GUARUJÁ, ATENDENDO PROPOSTA DA DIRETORIA DO SINTIUS

convenio hospital guaruja

ATENDIMENTO DA FUNDAÇÃO CESP NO SINTIUS SERÁ NO DIA 30 DE SETEMBRO, DAS 9 ÀS 17 HS!

Fundacao Cesp no Sintius setembro

INSCRIÇÕES PARA O 1º ENCONTRO DE JOVENS URBANITÁRIOS ENCERRAM DIA 20 DE JULHO

BANNER eju 3 01

As inscrições para o 1º Encontro de Jovens Urbanitários, que são gratuitas, encerram no dia 20 de julho, ou seja, dez dias antes da realização do evento, que ocorrerá no último sábado do mês e iniciará as 9h30. Podem participar todos os urbanitários até 35 anos de idade, mesmo não sendo sindicalizado, incluindo estagiários e menores aprendizes. O tema do encontro é “Inovação e Melhorias” e as vagas são limitadas.

No evento haverá dinâmicas de grupo com o propósito de abordar assuntos relacionados ao mundo do trabalho e do sindicato para a juventude, como mercado de trabalho, previdência complementar, o grande desemprego na faixa etária dos 18 aos 24 anos e a necessidade de formação qualificada, além de outros temas que poderão ser sugeridos pelos participantes.

Para se inscrever é fácil. Pode ser através do site www.sintius.org.br, utilizando o formulário do fale conosco, que está na aba de contatos, bastando mencionar no assunto 1º Encontro de Jovens Urbanitários, ou através do telefone da Sede 3226-3200 e se inscrever na secretaria.

LIMINAR OBTIDA PELA AAPS PREJUDICA TRABALHADORES QUE FIZERAM MIGRAÇÃO DO PLANO PREVIDENCIÁRIO DA SABESPREV

LIMINAR OBTIDA PELA AAPS PREJUDICA TRABALHADORES QUE FIZERAM MIGRAÇÃO DO PLANO PREVIDENCIÁRIO DA SABESPREV

A Associação dos Aposentados e Pensionistas da Sabesp (AAPS) obteve uma liminar no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que afeta diretamente os trabalhadores que decidiram migrar do plano previdenciário da Sabesprev da modalidade Benefício Básico (BD) para Contribuição Definitiva (CD) – Sabesprev Mais.

A decisão provisória tomada pelo desembargador Paulo Paulo Ayrosa, da 31ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP, no dia 1º de setembro, estabeleceu que o patrimônio a ser transferido através da migração estaria restrito às contribuições pessoais de cada participante.

Portanto, todo o patrimônio coletivo e as contribuições feitas ao longo deste período pela Sabesp deveriam permanecer no BD, em razão do déficit técnico apurado nos últimos exercícios.

Na avaliação da Diretoria do Sindicato dos Urbanitários de Santos e Região (Sintius), essa decisão gera enormes prejuízos aos mais de 3.600 trabalhadores que decidiram trocar de plano previdenciário, após um processo desgastante de discussão, porque apenas beneficia uma parte da categoria em detrimento de uma parte considerável dos profissionais.

Para encontrar uma solução para esse grande impasse, o Sintius, ao lado de representantes do Sintaema, Sindicato dos Engenheiros e Associação dos Profissionais Universitários da Sabesp (APU), esteve reunido no último dia 8, em São Paulo, para estudar medidas cabíveis a fim de resguardar os direitos e os interesses dos trabalhadores da ativa e aposentados.

Na ocasião, o consultor e especialista em Direito Previdenciário, Keyton Pedreira, teve o aval das entidades de trabalhadores para iniciar a construção de uma defesa jurídica para derrubar a liminar obtida pela AAPS no TJ-SP. A ideia é mostrar que liminar beneficia a Sabesp, mas afeta principalmente o pessoal da ativa.

CONVÊNIO: MEMORIAL NECRÓPOLE ECUMÊNICA - ATÉ DIA 29 DE OUTUBRO

convenio memorial necropole

REPRESENTANTES DO RH DA SABESP RECEBEM REIVINDICAÇÕES DO SINTIUS

REPRESENTANTES DO RH DA SABESP RECEBEM REIVINDICAÇÕES DO SINTIUS

A Diretoria do Sindicato dos Urbanitários de Santos e Região (Sintius) recebeu na manhã da última segunda-feira, dia 29, o superintendente de Recursos Humanos da Sabesp, Nilton João do Santos, assim como a gerente do Departamento de Gestão de Recursos Humanos, Ana Cristina Russo Nascimento, e o gerente de Departamento de Remuneração e Seleção, João Mitsunori Tuboni. Eles estiveram na sede da nossa entidade para ouvir algumas das reivindicações dos trabalhadores da Baixada Santista e do Vale do Ribeira.
Um dos principais impasses é a questão da escala de revezamento do pessoal que trabalha em regime de plantão nas estações de tratamento em água e esgoto. Santos adiantou que o setor passará obrigatoriamente por mudanças em razão de uma investigação do Ministério Público do Trabalho (MPT).
Segundo o gerente do Departamento de Gestão de RH da estatal, o órgão solicitou os cartões de ponto dos trabalhadores de todo o Estado, em outubro do ano passado, e constatou vários problemas, como excesso de horas extras, funcionários trabalhando por mais de seis dias sem folga e o não cumprimento do intervalo de 11 horas entre cada jornada de trabalho.
O MPT apresentou um termo de ajustamento de conduta (TAC) à empresa para regularizar a situação. O pedido está sendo analisado pela diretoria da Sabesp, assim como a viabilidade de fazer novos concursos públicos e a retomada da reposição automática de trabalhadores para sanar os problemas.
Outro pedido elaborado pela Diretoria foi a necessidade de o RH facilitar as transferências de funcionários, principalmente se existe uma permuta já acordada entre os funcionários, o que não acontece hoje, muitas vezes, por omissão das chefias. Santos ficou de analisar os casos pendentes e agilizar essas trocas.
O Sintius aproveitou a oportunidade para cobrar do integrante do RH da estatal uma diretriz para cada superintendência sobre os plantões de final de semana dos setores, porque atualmente existe uma política para cada gerência, o que vem gerando problemas.
A proposta do Sindicato para o primeiro plantão do mês é de fazer o pagamento do sábado e folga no domingo. Os demais plantões do mês seriam pagos como hora-extra.
Santos revelou ainda que o cheque-farmácia e o vale-supermercado serão extintos. No entanto, está sendo estudada uma parceria com uma grande rede varejista para que o empregado tenha um cartão que possibilitará fazer as compras tanto no hipermercado, como nas drogarias ligadas a esse grupo.
Em relação ao auxílio-creche, a ideia é voltar a discutir a questão no próximo mês e até mesmo assegurar um aumento no valor desse benefício.
A Diretoria do Sintius também pediu maior agilidade na entrega dos Perfis Profissiográficos Previdenciários (PPPs). Afinal, alguns trabalhadores têm se queixado que estão no aguardo por um período que vai de oito meses a um ano para a liberação desse importante documento para assegurar a aposentadoria especial.


Plano de Cargos e Salários

Uma das reivindicações dos trabalhadores é o aprimoramento do atual Plano de Cargos e Salários (PCS). Santos afirmou que a Sabesp contratará ainda este ano uma empresa para fazer um novo PCS e corrigir algumas distorções do atual.
O representante da Sabesp informou ainda que, nos próximos dias, deverá ser assinado o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) fechado em maio. Essa situação é fruto da demora da Comissão de Política Salarial (CPS) do Governo do Estado em analisar os termos pactuados. Isso tem prejudicado os aposentados e pensionistas complementados (G-zero) pagos pela Secretaria de Estado da Fazenda, já que o reajuste dos benefícios só pode ocorrer a partir da assinatura deste documento.

sabesp super01

sabesp super02